quinta-feira, 1 de abril de 2010

Big Brother Brasil x Eleições 2010

O Brasil é um país movido por paixões, acredito que todos os países assim são, mas hoje irei tratar somente dessa nação da qual nasci e habito.

Há 10 anos acompanhamos direta e indiretamente o circo dos horrores humano chamado Big Brother Brasil e há 21 anos acompanhamos a redemocratização do Brasil, podendo assim eleger nossos representantes políticos, a grande reflexão que faço é que a participação popular é muito mais efetiva na escolha de quem fica, quem sai, quem ganha e quem perde no reality show do que nas eleições que definem o futuro do nosso país.

A final do BBB 10 contou com 154,9 milhões de votos para escolher o seu vencedor contra 95,9 milhões de votos (não nulos e não brancos) para escolher na última eleição de 2010 o presidente da república. Se você não se assusta eu pelo menos me assusto, mas apesar disso tudo eu ainda tenho esperanças (o Brasil tem  cerca de 130 milhões de eleitores segundo o TSE).

O Brasileiro em geral é mais incentivado (manipulado) a participar mais ativamente dos realitys shows do que da sua própria vida, é claro que quanto mais alienada for a massa melhor vai ser para a classe dominante, e se você acha que é classe dominante porque é considerado classe média alta ou "rico" está enganado, na verdade muito enganado. Quando digo classe dominante realmente falo daqueles que detém o poder sobre o capital e o poder sobre a supra-estrura (campo onde é feito as normas, leis, moral que regem uma sociedade segundo Marx).

Minha esperança pode ser concretizada quando todos tiverem de fato acesso a uma educação digna, o caminho dá mudança é somente pela educação, não acredito que as pessoas que assistem o BBB são sem cultura, o maior erro é dizer que um individuo é sem cultura, pois cultura é algo que emerge no nível individual e no coletivo através de orientações vindas da sociedade, sendo assim todos possuem cultura nem que seja a sua própria cultura.

O que eu quero mesmo para essas eleições 2010 é que o povo a transforme em um grande BBB (claro que com algumas ressalvas), quero todo mundo acompanhando seja por internet, seja por jornal, seja por materiais de campanha, seja pelo horário político de manhã, a tarde e a noite as ideias, intenções e ações dos candidatos. Quero também que o povo reprove as ações que não acham certas, quero que o povo vote para entrar aqueles que tem  boas propostas e que estão comprometidos e consequentemente evitarão que os descompromissados entrem e prejudiquem o nosso país, quero que antes, durante e depois das eleições os eleitores repudiem ações de má fé pedindo a saída desses que descumprem suas funções eliminando-os da casa (congresso, câmara, palácios, etc).

Muito mais do que criticar esse programa quero pegar o que tem de bom (a participação popular) e trazer para o nosso dia-a-dia, que bom seria se todo mundo vibrasse, chorasse, acompanhasse mesmo as eleições.

*Eu sei que o voto no Brasil é obrigatório para quem tem de 18 a 60 anos, e facultativo para quem tem de 16 até 18 anos e para quem tem acima de 60, sei também que as pessoas podem votar várias vezes e por vários meios no BBB, mas pelo menos pra mim, a comoção popular que esse programa produz é gigantesca, que bom seria se nas eleições também não fosse assim! Crianças, adolescentes, adultos, idosos todos discutindo o futuro do país.

16 Imundices:

Fah* disse...

Disse tudo o que eu penso e um pouco mais!
ótimo texto!

Allyne Araújo disse...

e essa e mais pura de todas as verdades!!!!!! falou tudo mesmo! beijao!!!!

Carla Rosenvelt disse...

Cito que, de todos esses votos, muitas pessoas votaram mais de cem vezes.
Nunca consegui assistir à essa porcaria e fiquei seriamente decepcionada com o Brasil pela vitória daquele homem machista, grosseiro e claramente homofóbico.
Bom texto. Volta sempre.

pontorouge disse...

Êêêê! Adoro polêmicas!

Sim, 150 milhões de votos é muuuuito, mas comparar às eleições nacionais me parece um pouco temerário. Deve-se ressaltar que nas eleições é computado um único voto por eleitor (obrigatório apenas para cidadãos com idade entre 18 e 60 anos e facultativo para adolescentes entre 16 e 18 e para idosos).

Já no BBB, os votos podem ser dados pelo telefone, celular, internet e sms. Sem contar que não existe limite de votos por pessoa nem de idade para votantes (entre crianças e adolescentes é um sucesso). Quantos não votam 10, 20, 100 vezes?

Outra coisa, as pessoas costumam criticar o programa pela falta de conteúdo e tudo mais, esquecem-se que trata-se de ENTRETENIMENTO, sem maiores pretensões. E, vamos combinar, a edição do programa é genial (reconhecidamente a melhor do mundo).

Não costumo assistir a realitys, a exceção do BBB. Também não gosto do paperview. Mas o programa, do jeitinho que vai ao ar, é super divertido. Sem contar o Bial (que dispensa comentários).

Não leve tudo tão a sério.

excelente post

beijo rouge

Tatinha disse...

Falou tudo muito bem! Queria que pelo menos, toda a blogesfera lesse isto. Já era um bom começo para a concientização.
Parabéns.
Peço desculpas pela minha ausência, mas é que ando meio com a cabeça nas nuvens :)
Demoro mas apareço!
beijão.

Diu Mota disse...

Muito importante seu post...Foi a mesma mensagem do programa CQC para os baianos essa semana: se a mobilização para protestar fosse a mesma feita atrás do trio, o caso Metrô de Salvador não chegaria a essa baderna.
Muito bom.
inté

Sylvia Araujo disse...

Sabe o que eu acho que seria ainda melhor? Fazer um reality com os candidatos. Mas à vera mesmo, com todos eles confinados dentro de uma casa durante o período de campanha, com muitas câmeras 24 horas em cima. Acho que até os sonhos dos caras iam me dar medo rs, mas duvido que - sem o merchand de praxe - a gente não acabasse, a pauladas, com o voto de cabresto... (sim, ele ainda existe! Ó, céus!)

Ótimo, rapaz.

Beijomeu e chocolates - muitos - porque ninguém é de ferro, né?

Yasmin F. disse...

Puts super legal o trocadilho com o BBB! Realmente ia ser bom essa comoção com as eleições que realmente importam não é verdade?!

Saudade de suas palavras!
=*

M.enal.i disse...

Olá, achei seu blog aqui pelas minhas andanças...E o nome foi determinante para que eu quisesse comentar! Vou usar da minha antropofagia, o ato de engolir coisas dessa sociedade e ter que colocar pra fora algo que possa ser mais proveitoso..heheh! Como o que acabo de ler no seu blog. Esclareço que sou petista e todo petista é condenado por seu demasiado apaixonado, mas tem coisa mais bonita do que acreditar em algo e lutar por isso?? Sento uma coisa tão maravilhosa na posse do Lula e vi milhões sentirem coisa parecida, é a paixão! Eu acreditava, acompanhava e até criticava a campanha, e espero, sinceramente que mais brasileiros sintam o que senti, seja por uma partido, um candidato, um projeto, um ideal. É bom acreditar e ver se concretizar! è bom ter personagens preferidos e partido, se identificar. È isso que os brasileiros sentem quando assistem o BBB, eles se identificam, por isso a popularização, a paixão!

Fui meio confusa neh???!!!
Desculpe se me alonguei dimais, sei lah...

Mas, sujei um pouquinho aqui e esse era meu objetivo!..rs..

Beiju

Fabi disse...

Penso que Deus deu apenas uma vida para que cada uma cuidasse da sua... para que ficar espiando a vida de gente que nem conhecemos??
You ur a big writter.
xxxx

Lah disse...

o problema do brasileiro é desligar a TV na hora do jornal, e da propaganda politica e só voltar a ligar na hora da novela e do BBB...

esperamos que isso mude...

muito bom seu post..

uma ótima semana para vc

Tiburciana disse...

Hum eu juro que assisti o BBB10 somente por que meus hormonios me obrigarão por conta do Kadu.
Mas acabei com essa vida de futilidades juro ...
E quanto a politica não discuto tenho minha tese formada e infelizmente as pessoas na sua grande maioria não tgem
bjinhos saudadesssssss

Mayara disse...

Passei um tempo sumida daqui...
Interessante seu texto, bem escrito. Como você mesmo disse, o povo não foi educado para se preocupar com a sua vida, com o futuro político do país, é muito mais cômodo acompanhar a vida alheia.
Concordo de novo com o fator educação. Não há outro meio, somente através de uma educação de qualidade, educação política, aulas de ética, filosofia, sociologia; teremos um Brasil mais consciente.
Mas, não custa sonhar, um dia o povo brasileiro acompanhará as eleições com o mesmo afinco que há dez anos acompanha o BBB.

Beijo!

Jaqueline Bertoldo disse...

Falou tudo mesmo. E realmente acho que a educação é a única saída para melhorar esse país. As pessoas cada vez mais estão alienadas, ninguém mais critica nada. Os jovens então, a maioria nem sabe o que acontece com o país e simplesmente não se importa. Preferem muito mais alimentar esses sonhos que a televisão com seus programas patéticos coloca na cabeça da população. Parabéns pelo post. Abraços! =D

nath. disse...

Falou e disse. As pessoas reclamam tanto da política brasileira, e metade não está nem aí pra ela a não ser quando começa a afetar a si. Enfim ..

Não me perder em minha vida disse...

Quando recordei deste seu texto, procurei para reler. Estamos em pleno momento eleitoral...
Gostaria muito de entender o pensamento dos leitores deste blog. A leitura que estão fazendo das eleições 2010 para presidente e demais cargos. Quase iniciei uma estatística das falas que entenderam o significado do ato. Sujei

Postar um comentário

Suje a vontade...