sábado, 12 de dezembro de 2009

Renata

Ele acordou. Dessa vez a ressaca era de amor, estava a distribuir sorrisos, se beliscou para ter certeza que tudo aquilo tinha acontecido. Olhou para o outro lado da cama que sempre fora ocupado por putas e viu que agora estava ocupado por uma puta que ele ama, incrível! Não achava mais possível amar, mas gostou de estar errado. Ele ama e ainda está apaixonado. Nos lábios só a vermelhidão, pelo corpo as várias marcas de baton. Foi até a geladeira, bebeu leite e foi surpreendido por uma ereção. De forma tranquila voltou para o quarto, antes de qualquer coisa ficou a observar. Controlando o seu ímpeto começou a acariciar aquele lindos cabelos negros, curtos e crespos. Deslizou a mão pelo corpo como se todo amor do mundo estivesse em seus dedos. Declamou Camões como se estivesse a falar com o mundo, mas estava. Estava a falar com o seu mundo. Renata.

2 Imundices:

Mariana Andrade. disse...

porque por trás de todo homem, há uma grande puta.

aheuhauheaue

adorei teu texto ;)

Natália Corrêa disse...

Amando assim, ele que vai virar a puta dela!

(desculpa, não estou romântica hoje haha =P)
Cara, adorei o nome do seu blog *-*

Postar um comentário

Suje a vontade...